Quinta, 30 Setembro 2010 14:28

Parada da Diversidade deve atrair 10 mil pessoas

Escrito por
Evento – Parada da Diversidade será no dia 10 de outubro.
Evento – Parada da Diversidade será no dia 10 de outubro.
 
Aceleram os preparativos para a 4ª Parada da Diversidade, no dia 10 de outubro (um domingo), com concentração às 13h e saída às 15h, em frente à Estação Cultura, na Av. dos Antunes. A expectativa é de participação de pelo menos 10 mil pessoas.

Evento – Parada da Diversidade será no dia 10 de outubro.
Evento – Parada da Diversidade será no dia 10 de outubro.

Aceleram os preparativos para a 4ª Parada da Diversidade, no dia 10 de outubro (um domingo), com concentração às 13h e saída às 15h, em frente à Estação Cultura, na Av. dos Antunes. A expectativa é de participação de pelo menos 10 mil pessoas.
Percurso pelas avenidas dos Antunes e Sérgio Stamato, com chegada no Sambódromo por volta das 17h30. Lá, a festa continua com a agitação dos DJs Ed Caon, Diney Pisani, Pedro Perez e, detonando nas picapes, Sabrina Boing Boing.
Presença da Miss Universe Gay, Shayene Kathryn; da Miss Gay Regional de Barretos, Sheron Campbell; do Mister Gay Barretos 2010, Tiago Rodrigues; da Miss Beleza Gay São Paulo, Vitória Viper; e do Mister Gay Barretos 2009, Rafael Leite.
A apresentação fica por conta de Evellyn Butterfly e Ramona Keiroz, com shows de Allicia Spears, Lynah Vannon, Isabelly Bracchio, Leandra Bracchio, Etchelly Malbec, Mastella Mallmann, Dafiny Moon e Victória Viper.

Por que Parada da Diversidade?

Mundialmente, o evento é conhecido como Parada Gay, segundo um dos coordenadores do grupo, José Antônio de Carvalho. O objetivo é despertar para graves problemas ocorridos no país, como centenas de assassinatos, discriminações e tentativas de homicídios contra homossexuais. Por isso o Grupo Viva Diversidade, de Bebedouro, decidiu mudar o nome para Parada da Diversidade, com o propósito da mobilização em massa da população.
Neste ano o movimento sinaliza a luta contra a discriminação, com foco em dois temas: “Basta de Sangue e Silêncio” e “Vote pela Cidadania, vote contra o machismo, o racismo e a homofobia!”.

Conquista - O Grupo Viva Diversidade, com o estatuto pronto, providencia outros procedimentos burocráticos, para se tornar uma Organização Não-Governamental.



 
Lido 1977 vezes Última modificação em Quinta, 11 Abril 2013 13:45

Quantos online

Temos 193 visitantes e Nenhum membro online