Sexta, 14 Setembro 2012 17:59

Reunião começa a definir a Caminhada “Passos que Salvam”

Escrito por
Reunião – Início das conversações para organizar caminhada contra o câncer em crianças e adolescentes.
Reunião – Início das conversações para organizar caminhada contra o câncer em crianças e adolescentes.

Os preparativos da Caminhada “Passos que Salvam” já constam de pauta de reunião na Prefeitura.

Reunião – Início das conversações para organizar caminhada contra o câncer em crianças e adolescentes.
Reunião – Início das conversações para organizar caminhada contra o câncer em crianças e adolescentes.

Os preparativos da Caminhada “Passos que Salvam” já constam de pauta de reunião na Prefeitura. O evento está programado para o dia 25 de novembro (um domingo), simultaneamente, em Bebedouro, Barretos e outras 19 cidades da região.

O objetivo é mobilizar os segmentos representativos dos municípios participantes para ações que culminem com ajuda à Ala Infanto-Juvenil, do Hospital de Câncer de Barretos.

O primeiro encontrou contou com a coordenadora do Hemonúcleo e da Caminhada, Naime Khatib, com Salim Taha, Osvaldo Adrega de Moura Jr. e Regilene Jorge Gonçalves (representantes da Associação Voluntária de Combate ao Câncer de Bebedouro), com a coordenadora do Depto. de Comunicação da Coopercitrus, Maria Dolores Figols Y Costa, com Daniela Koga (do Depto. Municipal de Educação) e com a enfermeira Mitiko Saito Yamada (do Depto. de Saúde).

Ficou deliberado que será realizada nova reunião, no dia 20 de setembro, com mais representantes de instituições e entidades, para, aí sim, traçar os planos da caminhada e as formas de divulgação em prol da mencionada ala do HC de Barretos.

No Brasil, o câncer já representa a segunda causa de mortalidade proporcional entre crianças e adolescentes de 1 a 19 anos. Pode-se dizer que o câncer é a primeira causa de mortes por doença, após um ano de idade, até o final da adolescência.

O Hospital de Câncer, com a Ala Infanto-Juvenil “Presidente Luiz Inácio Lula da Silva”, tem com uma de suas metas investir no diagnóstico precoce e na prevenção, para se conseguir a cura da doença através de pesquisa e tratamento. Que a nenhuma criança seja negado o direito de tratamento, independentemente de raça, religião ou capacidade da família de pagar o tratamento!



 
Lido 2155 vezes Última modificação em Quinta, 11 Abril 2013 13:45

Quantos online

Temos 207 visitantes e Nenhum membro online