Quarta, 10 Abril 2013 11:51

Bebedouro confirma 70 casos de dengue

Escrito por
Departamento de Saúde pede colaboração da população no combate a proliferação do mosquito Departamento de Saúde pede colaboração da população no combate a proliferação do mosquito

O Departamento de Saúde de Bebedouro anunciou na manhã de quarta-feira (10,) que foram confirmados 70 casos de dengue no município e uma morte por dengue hemorrágica. O comunicado foi feito durante coletiva de imprensa, que contou com a presença do Diretor da Saúde, Eurico Medeiros Júnior; da coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Iara Ramalho Luz; da coordenadora da equipe de Vetores e Zoonoses do Município, Sônia Penna, e dos vereadores, Tiago Bosco de Souza Elias e  Fernando Piffer.

De acordo com o diretor da saúde, os números representam aumento de 50% nos casos desde o último boletim epidemiológico. Esse novo resultado coloca Bebedouro em estado de alerta. Medeiross explica que o momento é muito importante para unir força a fim de intensificar as ações preventivas executadas no município.  “Quanto maior o número de envolvidos, maiores os agentes multiplicadores de conhecimento”, enfatiza.

Dos 70 casos confirmados, 52 são autóctones (contraídos na cidade) e 15 são importados de outras localidades, 3 de outros municípios. Entre eles, uma vítima fatal, o bebê de 5 meses, morador na  Vila Elizabeth, que faleceu na segunda-feira (8). O caso foi registrado como a primeira morte por dengue hemorrágica na cidade. Segundo a coordenadora da Vigilância Epidemiológica. Iara Ramalho Luz, os primeiros sintomas do bebê aconteceram em 1º de abril, e o caso foi notificado pelo sistema de 

saúde particular, Unimed de Bebedouro. Com o agravamento do quadro, a criança foi transferida para Sertãozinho, onde faleceu. Apesar da família do bebê residir na Vila Elizabeth, a contaminação ocorreu no Jardim Alvorada, segundo a coordenadora de Vetores e Zoonoses, Sônia Penna, informando que o bairro está passando por uma 

“varredura”, enfatizando que o município tem mantido de forma ininterrupta o trabalho de visitas casa a casa, realizado por agentes de saúde, fazendo nebulizações, bloqueios e controle de criadouros.

“A população não está dando a devida importância para o assunto e nós precisamos da ajuda de todos para combater a expansão da doença na cidade. Além dos moradores fazerem vistorias diárias em suas casas, também precisamos que nos ajudem, abrindo suas casas para os agentes da prefeitura”, pede.

Entre as medidas que serão tomadas, Eurico Medeiros informa que haverá intensificação na Campanha 10 Minutos contra a Dengue, lançada em Bebedouro no domingo (7), para estimular moradores a gastar 10 minutos de seu dia no combate aos focos do mosquito da dengue, em suas próprias casas. Além de ações conjuntas com o Departamento de Educação, nas escolas municipais e os mutirões de limpeza nos bairros.

Lido 2570 vezes Última modificação em Sexta, 19 Abril 2013 12:01

Quantos online

Temos 221 visitantes e Nenhum membro online